Todas as Empresas passam por diferentes fases durante sua trajetória, mas nem todas alcançam o verdadeiro sucesso. Aquelas que realmente almejam crescer precisam ser bem estruturadas, desde sua base operacional até a sua gestão, a fim de ganhar confiança perante o mercado e os potenciais investidores.

Mas como? Como fazer com que colaboradores de todas as instâncias contribuam para a prosperidade do negócio, garantindo que os procedimentos serão seguidos? Como fazer para evitar desperdícios e atitudes que não vão de encontro com os valores da empresa?

Para estes problemas, um bom programa de COMPLIANCE pode ser a solução.

O QUE É COMPLIANCE?

Compliance tem a ver diretamente com ética e prevenção de atitudes corruptivas, ilícitas e duvidosas. Em uma Definição simples, podemos dizer que Compliance é o nome dado a um conjunto de normas internas criadas para garantir a conformidade dos procedimentos da empresa, que normalmentese concretiza por meio da elaboração de Códigos de Conduta. Entretanto, o Compliance vai além da criação de simples manuais.

O Compliance envolve toda uma questão cultural dentro do ambiente empresarial, afinal seu principal objetivo é assegurar que a empresa ganhe mais confiabilidade, interna e externamente. Por isso, os colaboradores devem estar diretamente integrados com o programa implantado, ele tem de ser aderido e respeitado para que produza seus frutos.

EM QUAIS ÁREAS POSSO E DEVO IMPLEMENTAR O COMPLIANCE

Algumas áreas são especialmente sensíveis dentro de qualquer negócio como a trabalhista, a gestão de dados, a econômico-financeira, e até mesmo as questões ambientais. Nestes nichos é fundamental que tudo ocorra conforme o esperado, afinal, quaisquer ocorrências podem vir a gerar grandes prejuízos. 

Por exemplo, o Compliance no âmbito Trabalhista pode evitar um acidente ou pode resguardar a empresa de ônus desnecessários em uma futura ação trabalhista. Já na questão Ambiental, a adoção do Compliance pode evitar infrações simples e que geram grandes multas às empresas, além de facilitar a comprovação de que a empresa segue à risca, todas as normativas sobre o tema.

Quanto a área de Gestão de Dados, tem-se dado cada vez mais importância ao tema, visto que a LGPD impõe multas que podem chegar a 50 milhões de reais, assim, seguir procedimentos é essencial para prevenir um incidente. E por fim, o dinheiro é, logicamente, de extrema importância para a continuidade do negócio, é preciso muito cuidado e confiança para lidar com este elemento, portanto, o Compliance pode instituir procedimentos de compras, vendas e até uma equipe de auditorias internas para fiscalização da gestão de recursos financeiros.

VANTAGENS DA IMPLEMENTAÇÃO DE UM PROGRAMA DE COMPLIANCE

Enfim, um bom programa de Compliance pode agregar muito à qualquer empresa, pois sua difusão é capaz de criar uma cultura próspera, que por sua vez gera um ambiente interno com mais confiança, assim, seus funcionários se sentem mais à vontade para apresentar suas ideias e sugestões de implementação de políticas e procedimentos, acelerando o processo crescimento.

Como vimos aqui, uma coisa sempre leva à outra e o Compliance é um diferencial, que se adotado e implementado da forma correta, pode alavancar o sucesso de um negócio para novos patamares.

Escrito por Vitor Vidal